Wikipedia

Resultados da pesquisa


"Você não pode ensinar nada a um homem; você pode apenas ajuda-lo a encontrar a resposta dentro dele mesmo."
Galileu Galilei

14 de abril de 2010

PÁLIDA LOUCURA LÚCIDA

Às vezes a depressão roxa do dia cinza
escuro
que acompanha o fim do mesmo me
assusta.
Melhor que a claridade da noite
que revela meus sonhos mais escuros.
Sempre me perco nesse arco-íris de
emoções
e acabo perdendo o rumo bege do caminho
que leva à minha casa vermelho clara
que um dia já foi banhada pelo amarelo da
alegria da paixão.
Acordo de manhã dormindo em qualquer
lugar,
fora de casa, morto de cansaço, e morrendo
de fome, peço ovos.
Só as gemas.
O branco da Clara já me satisfez
e agora quero as cores que ainda não
provei.
Mordi uma caixa de lápis de cor, mas até
hoje o azul não arrotei.
Só tenho indigestão daquilo que como,
e como o marrom não é preto,
como comerei coisas carameladas com
cristais croma?
No final, nada importa, pois tudo que sai,
branco ou preto, sai merda com o mesmo
aroma
sabendo disso, não faço distinção.
Nessa aquarela de sacanagem,
amarelo e blues é tudo a mesma coisa
verde.
Já que quando essas tintas se misturam,
as coisas mudam de lugar.

– Boêmio Literário (pseudônimo) / JC - Bauru

0 comentários:


QUEM LÊ SABE MAIS .

05 / 08 / 2010 Arqueólogos encontram complexo subterrâneo em pirâmide no México
http://www.ambientebrasil.com.br/

Um complexo subterrâneo foi localizado sob a pirâmide de Quetzalcoatl, no sítio arqueológico de Teotihuacán, conforme divulgou o Instituto Nacional de Antropologia e História mexicano (INAH).

A construção, composta por um túnel, daria acesso a uma série de galerias sob o templo dedicado a uma das principais divindades astecas, com aspectos de serpente e de pássaro.

Segundo os arqueólogos, a entrada do complexo estaria há 12 metros de profundidade e foram necessários oito meses de escavações para descobri-la.

Os especialistas acreditam que o local pode conter os restos de governantes da antiga cidade no centro do México.

A entrada do túnel teria sido fechada há 1,8 mil anos pelos habitantes e a estrutura é anterior à construção do tempo de Quetzalcoatl. O local recebia oferendas diversas como ornamentos fabricados com conchas, jade, ardósia e obsidianas.

Ao todo, o complexo teria 100 metros de profundidade. Descoberto em 2003 por Sergio Gómez e Julie Gazzola, o complexo só pode ser explorado após sete anos de planejamento e captação de recursos financeiros. A equipe que realizou o trabalho é composta por 30 profissionais.

– (Fonte: G1)

" FRASEANDO "


voltar ao topo