Wikipedia

Resultados da pesquisa


"Você não pode ensinar nada a um homem; você pode apenas ajuda-lo a encontrar a resposta dentro dele mesmo."
Galileu Galilei

22 de julho de 2009

A CASA VAZIA


Casa vazia
e portas batendo.
Janelas abertas,
é o vento soprando.
O chão lambuzado,
cortinas rasgadas.
Vidros quebrados
e torneiras pingando.
Casa vazia
e não mora ninguém.
Abandonada,
não vale um vintém.
Está destruída
e mal acabada.
Reboco caindo
e não é de ninguém.
Casa vazia
com telhas quebradas
e portões pendurado.
Trapos e restos de alimentos jogados no chão.
Não tem energia,
os fios foram cortados.
Uma placa de "vende-se" escrita a mão, colada à parede,
junto a um pedaço de rede.
E pelo que sei
está ali a um tempão.
Casa vazia
e menosprezada,
se percebeu não ter valor
e ninguém a querer.
Pois uma desgraça, não se sabe o motivo,
no seu interior aconteceu.
Quando habitada a alguns anos atrás,
por dois irmãos,
um deles me lembro bem era pescador,
o outro encanador.
O primeiro tirou a vida do outro,
e depois se matou.
Casa vazia
que não teve culpa
e só foi testemunha de um triste final.
E qual seu futuro,
ninguém sabe prever.
A demolição
para uma nova construção, talvez...
Mas todos vão sempre
se lembrar e dizer...
Que um dia ali existiu.
A Casa Vazia.

– eam eam

0 comentários:


QUEM LÊ SABE MAIS .

05 / 08 / 2010 Arqueólogos encontram complexo subterrâneo em pirâmide no México
http://www.ambientebrasil.com.br/

Um complexo subterrâneo foi localizado sob a pirâmide de Quetzalcoatl, no sítio arqueológico de Teotihuacán, conforme divulgou o Instituto Nacional de Antropologia e História mexicano (INAH).

A construção, composta por um túnel, daria acesso a uma série de galerias sob o templo dedicado a uma das principais divindades astecas, com aspectos de serpente e de pássaro.

Segundo os arqueólogos, a entrada do complexo estaria há 12 metros de profundidade e foram necessários oito meses de escavações para descobri-la.

Os especialistas acreditam que o local pode conter os restos de governantes da antiga cidade no centro do México.

A entrada do túnel teria sido fechada há 1,8 mil anos pelos habitantes e a estrutura é anterior à construção do tempo de Quetzalcoatl. O local recebia oferendas diversas como ornamentos fabricados com conchas, jade, ardósia e obsidianas.

Ao todo, o complexo teria 100 metros de profundidade. Descoberto em 2003 por Sergio Gómez e Julie Gazzola, o complexo só pode ser explorado após sete anos de planejamento e captação de recursos financeiros. A equipe que realizou o trabalho é composta por 30 profissionais.

– (Fonte: G1)

" FRASEANDO "


voltar ao topo